Aplicativo impede motorista de atender ligações ao volante

Publicado 02/06/2012 por Sindtran
Categorias: Imprensa

Imagem

O Ministério das Cidades lançou, nesta semana, um aplicativo que ajuda a evitar o uso de telefones celulares no trânsito. Batizado de “Mãos no Volante”, ele evita o atendimento de ligações enquanto o condutor está ao volante, avisando os remetentes com mensagens de texto.

Após baixar (e ativar) o aplicativo, o motorista será impedido de atender ligações enquanto estiver dirigindo, uma vez que o aparelho não irá tocar. Todas as pessoas que ligarem ou enviarem mensagens de texto terão suas ligações canceladas e receberão uma mensagem informando que o usuário está conduzindo seu veículo e não pode atender no momento.

O motorista poderá checar as ligações perdidas após terminar sua viagem. O aplicativo permite programar o tempo estimado de viagem ou ligá-lo (e desligá-lo) manualmente, fazendo com que o telefone celular volte a receber ligações. O “Mãos ao Volante” é gratuito e pode ser usado em aparelhos com plataforma Android.

Anúncios

Definido o tema da Semana Nacional de Trânsito 2012

Publicado 02/06/2012 por Sindtran
Categorias: Imprensa

O tema a ser trabalhado é “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Não exceda a Velocidade, Preserve a Vida”

Dando continuidade às ações da Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, proclamada pela Organização das Nações Unidas em 2010, o Conselho Nacional de Trânsito definiu o tema da Semana Nacional de Trânsito de 2012.

Atualmente cerca de 2 milhões de pessoas morrem por ano, vítimas da violência no trânsito, e o número de feridos é ainda mais alarmante. Levando em conta que dois dos principais fatores que influenciam no crescimento da taxa de mortalidade no trânsito são a relação “comportamento e segurança dos usuários” e o excesso de velocidade, e os relatórios internacionais sobre acidentes de trânsito, o Contran definiu o tema da Semana Nacional de Trânsito 2012 como: “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Não exceda a Velocidade, Preserve a Vida”.

A velocidade é tema inédito na semana nacional, e o principal foco é a conscientização de jovens entre 18 e 25 anos, considerados o grupo mais vulnerável e de maior exposição ao risco de acidentes de trânsito. Para traçar e realizar as ações o Contran definiu como prioridade a necessidade de unir esforços intersetoriais, visando a redução dos acidentes de trânsito.

Sindtran propõe mudanças na reforma do estatuto dos servidores

Publicado 31/05/2012 por Sindtran
Categorias: Ações sindicais

Por Álisson Castro

A manutenção do direitos do quinquênio e a são algumas propostas apresentadas pelo Sindicato dos Agentes de Trânsito e Fiscais de Transportes de Manaus (Sindtran) na reforma estatutária dos servidores do município, em discussão na Câmara Municipal de Manaus por meio da Comissão de Constituição e  Justiça.

Na última audiência pública para discutir as reformas no estatuto, o presidente da CCJ, vereador Mário Frota (PSDB), é também o relator da matéria que mexe com a vida de todos os servidores municipais. As duas audiências foi suficiente para técnicos e lideranças eliminarem suas dúvidas e preparar as emendas que vão dar base ao parecer que deve comtemplar aos anseios da categoria, antecipou Mário apelando a sensibilidade dos demais vereadores, no sentido de não permitir a extinção de direitos conquistados pela categoria.

O relator declarou-se contrário a extinção do quinquênio, antecipando que vai apresentar o parecer com brevidade para ser submetido a apreciação do plenário . Ao participar da audiência no Plenário Adriano Jorge, a vereadora Lúcia Antony (PC do B) que pertence à categoria disse que o projeto contém retrocesso, que alija os servidores municipais de Manaus, do amparo constitucional que assegura a disposição remunerada aos trabalhadores eleitos líderes classistas.

O presidente da Associação dos Servidores da Câmara Municipal de Manaus(ASCMM)) Francisco de Assis, ao entregar as emendas explicou que elas equacionam todas distorções identificadas no projeto original, a exemplo da questão do quinquênio, dá disposição remunerada, bem como a manutenção do percentual de vantagens proporcional a graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado. Assis se diz confiante na sensibilidade dos vereadores em votar favoráveis as alterações por eles propostas.

Leia abaixo os documentos encaminhados a CMM com as propostas apresentadas pelos Sindicatos que representam os funcionários do município:

1. PROPOSTAS DE EMENDAS AO PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N. 001/2011 (Doc)

2. NOTA CONJUNTA DOS SINDICATOS E ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MANAUS (Doc.)

Eleição da nova diretoria será dia 08 de agosto

Publicado 26/05/2012 por Sindtran
Categorias: Ações sindicais

Imagem

Texto e foto: Álisson Castro

Em assembléia realizada na manhã de hoje (26/05) as 9h, os agentes de trânsitos e fiscais de transportes de Manaus definiram a data para eleição da nova diretoria do Sindicato dos Agentes de Trânsito e Fiscais de Transportes de Manaus (Sindtran). O pleito irá ocorrer em 08 de agosto, uma quarta-feira.

A data foi definida de acordo com o que rege o estatuto da entidade.

As Chapas interessadas em concorrer nas eleições sindicais terão até o dia 23 de julho para apresentar os 13 componentes da chapa, sendo oito titulares e sete suplentes.

Além da escolha da nova diretoria, na mesma data, serão escolhidos também os delegados sindicais e o Conselho Fiscal do Sindtran.

Agentes de trânsito demitidos são reintegrados em Fortaleza

Publicado 25/03/2012 por Sindtran
Categorias: Imprensa

A prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, reintegrou, na noite de quarta-feira (21) nove agentes de trânsito demitidos no dia 17 de fevereiro, como resposta a greve da categoria em Fortaleza. A medida foi tomada após a Justiça intimar a prefeitura a reintegração dos cargos.

A assinatura que garante o retorno dos agentes ao emprego foi durante uma reunião que contou com a participação dos agentes e representante do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), além do procurador geral do município, Martônio Mont’Alverne e da própria prefeita.

Segundo o Sindifort, ficou agendado para a próima terça-feira (27), uma reunião com o secretário de administração, Vaumik Ribeiro, para acertarem as condições para a reposição salarial e descontos dos dias de greve da categoria.

HISTÓRICO – No dia 17 de fevereiro, a prefeitura de Fortaleza divulgou em diário oficial o nome de 10 agentes de trânsito que estavam sendo desonerados dos cargos por participarem da manifestação de greve da categoria. Os nomes seriam de agentes em estágio probatório. Na época, Ednardo Araújo, um dos representantes da categoria, falou ao NE10/CE por telefone, que o sindicato iria lutar pelos direitos dos agentes, e que inclusive, um dos nomes era de um funcionário que já havia saído do cargo há um mês.

No dia 9 de março, o assunto voltou à tona quando o Sindicato informou à Justiça, que a prefeitura, que já havia recebido uma notificação para a reintegração dos cargos, ainda não havia se pronunciado. A Justiça então voltou a intervir e deu um prazo para que a prefeitura readmitisse os agentes sob pena de multa diária de R$ 10 mil por cada ato punitivo à categoria.

Mais 366 ônibus se integram à nova frota do transporte coletivo

Publicado 16/03/2012 por Sindtran
Categorias: Imprensa

A Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU) anuncia a apresentação de 366 ônibus novos, dos quais 241 convencionais, 110 articulados e 15 transporta que já estão em Manaus.

Os novos coletivos irão atender os usuários da Zona Norte e Leste da capital.

Os 366 veículos serão apresentados à população no Domingo, as 10h, na avenida das Torres. Essa é a terceira entrega de ônibus realizada pela Prefeitura de Manaus. “Mais ônibus estão previstos para chegar e vamos ultrapassar a marca dos 900 ônibus novos nas ruas”, acredita o superintendente da SMTU, Marcos Cavalcante.

Com a atual frota renovada à cidade é servida por 1.728 ônibus, dos quais 1.513 são convencionais, 178 são articulados, 12 microônibus e 25 transporta.

A nova frota de ônibus de Manaus vem ao encontro do que estabelece a Lei de Mobilidade Urbana, aprovada no início deste mês, depois de 30 anos de discussões. Em suas diretrizes está a equidade dos cidadãos ao transporte coletivo.

SP começa a distribuir bicicletas a estudantes

Publicado 16/03/2012 por Sindtran
Categorias: Imprensa

A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo já definiu que no dia 31 dará início ao programa “Escolas de Bicicleta”, por meio do qual 4,6 mil crianças vão poder ir e voltar pedalando da escola. Nesse dia, 20 alunos do Centro Educacional Unificado (CEU) Heliópolis vão receber as primeiras bikes e iniciarão um treinamento de quatro semanas na escola. Após esse período, dois monitores vão acompanhar o grupo diariamente no trajeto casa-escola.

O programa, antecipado pelo Estado em novembro, é uma das principais apostas da pasta para complementar seu projeto educacional voltado para a sustentabilidade. A ideia é que, até o início de setembro, todos os cem alunos previstos para receber as bicicletas em cada um dos 46 CEUs da cidade já estejam pedalando. As bicicletas serão feitas de bambu.

A entrega das bicicletas acontecerá a cada quatro semanas. Após o início simbólico do programa em Heliópolis, 20 alunos de cada unidade vão receber as bicicletas no dia 16 de abril, passar por quatro semanas de treinamento e abrir espaço para que as próximas 20 recebem as suas. Noventa e dois monitores já foram contratados pela Prefeitura e estão em treinamento. Eles serão responsáveis tanto pelas aulas de trânsito, mecânica e cultura de bicicleta quanto pelos comboios que vão acompanhar as crianças.

Segundo o secretário de Educação, Alexandre Schneider, não haverá risco para as crianças que aderirem ao projeto após autorização dos pais. “A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) é a nossa parceira nesse projeto e está chancelando tudo, desde as rotas que estamos escolhendo até a maneira de descolamento”, afirma. As rotas terão no máximo 3 km e não passarão por avenidas com tráfego de ônibus ou veículos pesados.

Os caminhos a serem percorridos já foram pré-selecionados pelos CEUs e testados por cicloativistas, que enviaram relatórios para a CET. A Companhia, agora, vai bater o martelo sobre cada um e instalar sinalização de solo e vertical, além de realizar intervenções – como aumento do tempo semafórico ou redutores de velocidade – onde necessário. “Já testamos algumas rotas e elas estão seguras. E os alunos vão receber todo o equipamento necessário de segurança, como capacete, colete, luz, bandeirinhas, cadeados e até alforge e bagageiro para levar o material escolar”, diz o coordenador-geral do programa, Daniel Guth.

Gincana. O “Escolas de Bicicleta” é voltado para crianças entre 12 e 14 anos e tem custo estimado de R$ 1,3 milhão por ano. Inicialmente, apenas alunos dos CEUs vão participar – eles ganharão a bicicleta após participar de uma “gincana sustentável”. “A aceitação dos pais está alta, e já sabemos que vamos ter mais interessados do que vagas. Por isso, já começamos o planejamento para ampliar para as outras escolas”, afirma o secretário.

O projeto está sendo desenvolvido com a consultoria de especialistas dinamarqueses, onde há programas parecidos desde 1947. O consultor Mikael Colville-Andersen esteve na cidade ao menos duas vezes no último ano e aprova o andamento do projeto municipal.

“Não há motivo para que São Paulo não vire uma cidade ‘bike friendly’ nos próximos 5 ou 10 anos. Se ainda falta infraestrutura urbana, nada melhor do que ensinar a importância da bicicleta para as crianças, que terão o poder de mudar isso no futuro”, afirma.