Paraná tem média mensal de 250 mil multas de trânsito

O estado sulista tem a frota de veículos quase 10 vezes maior que o Amazonas. Ao todo, o Paraná contabiliza 5 milhoes de automóveis e motos, e o Amazonas pouco mais de 500 mil.

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) registrou no primeiro semestre de 2011 uma média mensal de 250 mil infrações de trânsito. De janeiro a junho, foram aplicadas pelos órgãos competentes 1,5 milhão de multas – número que equivale a 75% do total de penalidades aplicadas nos 12 meses do ano passado, quando foram notificados 2,1 milhões de condutores.

A violação ao Código Brasileiro de Trânsito que originou o maior número de multas é o excesso de velocidade em até 20% do permitido. De janeiro a julho deste ano, foram 366 mil multas expedidas por este motivo, a maioria em vias urbanas. Só em Curitiba foram 154 mil.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, não respeitar o limite de velocidade indicado nas ruas das cidades é uma das imprudências determinantes de acidentes fatais. “A velocidade e a distância dos outros veículos interferem no momento em que é necessário parar o carro. Normalmente o tempo de resposta do motorista, em situações de acidente inevitável, é de 0,75 segundos”, afirma o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

“Isso significa que se você dirigir a 90 quilômetros por hora precisará de 18 metros para frear seu carro antes de bater. A 120 quilômetros por hora essa distância precisa ser de 25 metros”, compara. “O pior é se o motorista estiver alcoolizado, o que aumenta o tempo de resposta para dois segundos. Nestas velocidades, a distância necessária para parar o carro deve ser de 44 e 66 metros, respectivamente”, completa ele.

OUTRAS INFRAÇÕES – O ranking do Detran aponta ainda que os paranaenses receberam 161.264 multas ao estacionar em desacordo com a regulamentação, segunda infração mais cometida no Estado. Avançar sinal vermelho ou parada obrigatória gerou 124 mil infrações e aparece em terceiro lugar.

Também integram a lista: falta de uso do cinto de segurança (88.084 infrações); não indicar o condutor infrator (77.067); realizar conversão em local proibido (76.791); dirigir usando fones ou telefone celular (63.919); e ultrapassar sobre linha contínua (40.922).

As infrações são registradas por agentes municipais de trânsito, radares e oficiais da Policia Militar, Policia Rodoviária Federal e Estadual. “Nos últimos anos, aumentou o número de agentes e de equipamentos de fiscalização, até mesmo para acompanhar o crescimento da frota de veículos”, diz a coordenadora de infrações do Detran, Marli Batagini.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Imprensa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: