Código de trânsito pode ser alterado para elevar valor das multas

A Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara dos Deputados realizou nesta terça-feira (07/12) Audiência Pública para debater o Projeto de Lei 2872/08, que altera o Código de Trânsito Brasileiro. Para o relator da proposta na comissão, deputado federal Manoel Junior (PMDB-PB), as alterações no código deverão intensificar medidas de educação no trânsito, prevenção de acidentes e fiscalização.

Segundo o relator, serão realizadas alterações em três pontos do substitutivo aprovado pela Comissão de Viação e Transportes (CVT): na atualização do valor das multas, que, segundo ele, estão defasadas; na normatização do transporte de crianças em motocicletas; e no índice de álcool no sangue necessário para configurar embriaguês. Para a assessora da Diretoria de Operações da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET/SP), Dulce Lutfalla, é preciso maior rigidez na aplicação do Código de Trânsito. Segundo ela, após a criação do código, o número de mortes em acidentes caiu, mas, nos últimos anos, esses números voltaram a subir. Já para o chefe da Divisão de Multas e Penalidades do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, Jerry Adriane, para fortalecer a lei, é preciso que haja a efetivação da pena ao motorista infrator.

Segundo Adriane, o processo hoje é muito longo, causando a sensação de impunidade ao infrator. De acordo com o deputado Hugo Leal (PSC-RJ), o tema trânsito no Brasil passou a ser um tema de saúde pública, em função no grande número de acidentes e mortes nas vias brasileiras. Segundo ele, a rede Sarah de Hospitais de Reabilitação, por exemplo, direciona 70% de seu atendimento a pacientes acidentados. Manoel Junior lembra ainda que, se por um lado o investimento em educação para o trânsito e prevenção não tem sido suficiente, do outro, os altos gastos na rede pública de saúde com atendimento a acidentados consomem bilhões anualmente.

Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), de 2005, mostrou que esse impacto chega a R$ 30 bilhões por ano. De acordo com o paraibano, a audiência pública serviu para elucidar pontos importantes de seu relatório, que deverá ser apresentado em 15 dias.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Imprensa

2 Comentários em “Código de trânsito pode ser alterado para elevar valor das multas”

  1. adalberto thran soares Says:

    Gostaria de saber s/o orgão respossavel pela estalaçao de sinais e com a sindtran, p/ moro numa rua no grajau que virou uma ligação direta para envita o transito na rua principal, sendo dessa maneira a rua ROSA E SILVA NO GRAJAU, virou uma rua novimenta e tendo tido varios atropelamentos e colisões de veiculos, a pouco estalarão o chamado olho de gato na rua, isso só piorou a cituaçãop/ a rua e estreita. providencia no intuto de estalçao de lobamda eletronica e sinais.

    • Sandro Moacir - Presidente do Sindtran Says:

      O Sindtran é um Sindicato de Categoria que representa os Agentes de Trânsito do Município de Manaus, não tendo como responsabilidade sinalização de vias.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: