Quanto pior melhor

“A prefeitura se reserva o direito de intervir, somente quando for necessário usar seu poder administrativo para fazer prevalecer a lei, a ordem e o interesse coletivo e caso a ocorrência resulte em desordem e conseqüentes prejuízos para a população.”

Trecho da nota oficial divulgada pela Prefeitura de Manaus

Por Álisson Castro

Ainda sem prazo para encerrar, a greve dos rodoviários pode causar amanhã o maior transtorno à população. Segunda-feira é geralmente o dia em que os usuários mais usam o sistema de transportes. Enquanto isso, a Prefeitura de Manaus assiste a tudo passivamente, aguardando pelo pior. Se na sexta, dois ônibus foram depredados, a continuação do movimento grevista pode resultar em mais danos as empresas de transporte. Os empresários usam a paralisação para cobrar o rejuste da passagem, os rodoviários cobram um legítimo direito trabalhistas, a dúvida é saber até que ponto estes interesses se coincidem. Se o objetivo do Sindicato dos Rodoviários é atingir os patrões, poderiam considerar a hipótese de trafegar os ônibus sem a cobrança da tarifa.

Nesta segunda-feira (03/05) 60% da frota de ônibus da cidade irão operar nos horários de pico, (entre 6h e 8h e entre 16h e 20h). Na  maior parte do dia apenas 40% irão atender aos usuários.

Bem pelo menos até agora, o prefeito Amazonino Mendes está tranquilo, pois a população ainda não sofreu nenhum prejuízo com a paralisação, pelo menos é o que sugere a nota oficial divulgada no sábado (01/05).

Explore posts in the same categories: Opinião

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: