Em defesa de melhores salários para a segurança

Texto e fotos: Álisson Castro

Bombeiros e policais civis e militares participaram ontem de uma passeata pelas ruas do Centro. Eles defendem a aprovação dos Projetos de Emendas Constitucionais (PEC) 446/300.

A PEC 446 institui um piso nacional para a categoria, no valor inicial de R$ 3.500, e a PEC 300 cria um piso nacional dos policiais e bombeiros em todo o país. A PEC 300 tramita da Câmara Federal e já foi aprovada em primeira votação com 396 votos, mas foi retirada de pauta pelo Congresso. Segundo os manifestantes, entre os deputados do Amazonas, apenas o deputado Átila Lins votou favorável ao Projeto.

A mobilização em Manaus faz parte de um movimento nacional em defesa da aprovação das PEC´s. A palavra de ordem repetida diversas vezes pelos policiais era: “Um, dois, três, quatro, cinco mil ou vota a nossa PEC ou paramos o Brasil!”.

As categorias saíram em passeata da Praça Heliodoro Balbi, conhecida como Praça da Polícia, caminharam pela avenida Getúlio Vargas e fizeram uma concentração na Praça do Congresso, e depois eles retornaram para a Praça da Polícia.

Nos discursos, muitas críticas ao presidente Lula que  teria orientado sua base no congresso contra a votação das PEC´s. “O Projeto foi retirado de pauta ferindo o regimento interno no Câmara Federal,  caso continue a intransigência do governo federal,  haverá uma greve nacional dos policiais e bombeiros”, alertou Cabo Maciel, presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar.

O Governo do Estado também não foi poupado de críticas. Para os policiais o recente reajuste de 5% concedido pelo governador no dia 21 de abril não atende a necessidade dos trabalhadores. “Os policiais e bombeiros trabalham em condições precárias, alguns investimentos foram feitos, mas não o suficiente. É necessário aparelhar as delegacias, a Perícia, o IML. A sociedade precisa se  conscientizar que o policial ganhando um salário digno e com boa estrutura de trabalho oferece um serviço melhor para todos ”, afirma a fundadora e primeira presidente do Sinpol,  Sandra Corrêa.

O vereador Marcelo Ramos (PSB) acompanhou a manifestação e participou da passeata. “Não existe política de segurança pública com policiais ganhando mal, a PEC 300 é a  solução ideal para garantir que os policiais e bombeiros ganhem uma salário digno”, defendeu o vereador.

Participaram da manifestação o Sindicato dos Policiais Civis do Amazonas (Sinpol) , Sindicato dos Delegados, Associaçao de Cabos e Soldados, Associão dos Sub-Tenente e Sargentos, Associaçao dos Coronéis, Corpo de Bombeiros, além de pensionistas e familiares de policiais e bombeiros.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Reportagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: