Um carnaval de muito trabalho

Fiscais de Transporte do IMTT

Por Álisson Castro

Desde sexta-feira passada (12/02) agentes de trânsito estão nas imediações do Centro de Convenções, auxiliando o tráfego na área para o Carnaval 2010. No sábado, dia do desfile das escolas de samba do Grupo Especial, estive no local para acompanhar as atividades tanto dos agentes quanto dos fiscais de transporte.

Os fiscais ficam na avenida Constantino Nery, Pedro Teixeira e proximidades do Colégio La Salle. Ao todo são 19 fiscais que trabalham em um único turno das 20h até 5h da manhã.

Os agentes de trânsito também estavam em diversos pontos, auxiliando a organização do evento com barreiras de contenções e organização do trânsito. Eles estão ali 24 hs revezando-se em turnos intermitentes.

Enquanto eu conversava com dos agentes do local, fui convidado a acompanhar o trabalho em outro ponto da cidade, no bairro Educandos, onde um bloco carnavalesco fazia festa para os foliões. Aceitei prontamente, é óbvio.

Veja um vídeo com entrevistas com o Fiscal de Transporte Elvis Mouzinho e com o Agente de Trânsito Itamar Gomes. Eles falam sobre o trabalho realizado nas imediações do Centro de Convenções:

Sigo no banco de trás da VTR (como eles chamam as viaturas) acompanhado de dois agentes. Por volta de 10h30m um contato é feito pelo rádio informando a ocorrência de um acidente com vítima fatal na avenida Umberto Caldeirado Filho (antiga Paraíba) nas proximidades do Shopping Manauara. Alguns procedimentos são tomados para auxiliar o trânsito no local do atropelamento e continuamos nosso trajeto em direção à zona sul da cidade, para o bairro Educandos.

Nas proximidades onde o bloco do carnaval acontece chama minha atenção um grupo de evangélicos que distribuem folhetos com mensagens religiosas para os foliões. Fico imaginando a indiferença de quem está ali pra curtir uma festa pouco santa como o carnaval. Puxo conversa com um dos religiosos. Trata-se do pastor da Igreja de Deus Pentecostal do Brasil, Ricardo Colares, 37 anos, ele conta que este tipo de trabalho dá resultado pois ele afirma que já ouviu vários “testemunhos” de pessoas que mudaram de vida após terem lido alguns panfletos com mensagens espirituais, mesmo em um ambiente festivo como este. Como não sou religioso, fica difícil imaginar o que motiva aquelas pessoas a ficarem até àquela hora tentando mudar o comportamento daqueles foliões que estão em busca de diversão.

Durante o trajeto, achei curioso o comportamento do motorista da VTR, Fabiano Souza. Além de dirigir o veículo, ele ficava atento a qualquer irregularidade ou manobra ilegal feita pelos outros condutores. Em certo momento ele percebe um veículo fazendo um retorno irregular e comenta “o cara faz isso e põe a vida dos outros e a dele em risco!”, resmunga inconformado. Já vi este tipo de comportamento em outros agentes de trânsito e percebo que o objetivo não é punir. Eles simplesmente acreditam que têm o dever de zelar pela segurança das pessoas. Lembra-me um idealismo guevarista que considera sua profissão como um elemento importante para tornar a realidade um pouco melhor. Gostaria que todas as pessoas que dizem não gostar dos agentes de trânsito acusando-os de “só multarem” e de “não ajudar em nada o trânsito na cidade” pudessem testemunhar que muitos destes profissionais teriam prazer em tornar o trânsito de Manaus mais seguro e mais agradável a todos que aqui vivem. Só lhes faltam as condições ideais para isso.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Reportagens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: