ASSEMBLÉIA DECIDE POR PARALISAÇÃO

Agentes de trânsito e fiscais de transporte aprovaram a iniciativa de greve

Texto e fotos: Álisson Castro

Em uma assembléia histórica realizada na manhã de hoje pelo Sindtran, a proposta de paralisação das atividades dos agentes de trânsito e fiscais de transportes do IMTT foi aprovada  por unanimidade . Mais de 100 funcionários compareceram à sede do Sintell, onde a reunião foi realizada. Após uma hora de discussão, a proposta de greve foi posta em votação. A data do início da paralisação será nove de dezembro.

Timóteo fez um dos discursos mais incisivos da assembléia

A assembléia começou às 09h30m com o presidente do Sindtran, Sandro Moacir, convidando os agentes de trânsito Oliveira e Elon a fazerem parte do comando da reunião, além do fiscal de transporte Almir.

Moacir informou aos presentes o resultado das últimas reuniões no Ministério Público do Trabalho (MTP). No mais recente encontro, ontem (25/11) à tarde, houve a presença de representantes da Procuradoria Geral do Município.

Os representantes da PGM afirmaram que já expediram um parecer positivo sobre a validade dos funcionários do IMTT terem direito a gratificação por aperfeiçoamento. Moacir aproveitou para solicitar aos presentes para que procurem o sindicato para darem entrada na solicitação do benefício. Outros assuntos como a criação do Plano de Cargas, Carreira e Salários e os programas de saúde do trabalhador, o instituto não tem previsão para implantação.

O presidente do Sindtran comentou a importância da participação dos funcionários que trabalham na Rodoviária (sede do instituto). Apesar de não serem sindicalizados, é possível a participação deles no movimento, caso seja formada uma comissão com nomes indicados pelos funcionários para comandar a paralisação. O Sindtran de comprometeu a auxiliá-los na organização da comissão, assim como oferecer apoio jurídico.

Às 9h45m, o microfone ficou aberto a comentários e intervenção dos associados. O agente de trânsito Oliveira pediu que os associados esquecessem as diferenças e atritos que, segundo afirmou, existem entre alguns funcionários e que o objetivo maior da categoria fosse focada como prioridade. “Estamos diante de um movimento histórico, eu nunca tinha visto uma assembléia com este quantitativo de participantes”, afirmou o agente.

O fiscal de transporte Almir questionou o fato da gestão do IMTT haver devolvido aos cofres públicos municipais mais de 2 milhões de reais que poderiam ter sido usados em benefício dos funcionários.

O ex-presidente do Sindtran, José Carlos, elogiou a atual diretoria do Sindtran pela realização da assembléia e disse estar feliz pelo apoio que o Sindtran está recebendo dos associados.

Para o agente de trânsito Gedeão, o movimento grevista deveria ser deflagrado o mais breve possível. “Eu não gosto da idéia de dar um tempo para que o novo presidente do IMTT (Rafael Siqueira) estude as reivindicações dos trabalhadores”. Outro ponto abordado pelo agente Gedeão foi a proposta de greve de advertência (apresentada pelo Sindtran), na sua opinião, a greve deveria ser por tempo indeterminado.

Às 10h50m a assembléia votou pela realização de uma greve a partir do dia nove próximo.

"A arte da guerra": um livro apropriado para a ocasião

O presidente do Sindtran ressaltou que durante a paralisação os funcionários devem comparecer todos os dias às bases, mas não se dirigir aos postos de trabalho nas ruas. O sindicato já articula a realização de campanhas educativas e eventos culturais durante a paralisação. Qualquer sugestão pode ser feita diretamente aos diretores do Sindtran.

Veja aqui mais fotos.

Explore posts in the same categories: Reportagens

2 Comentários em “ASSEMBLÉIA DECIDE POR PARALISAÇÃO”

  1. Timóteo Gama da Silva Says:

    A atividade dos Agentes e Fiscais de Trânsito e Transportes numa cidade industrial como o é Manaus, deve ser encarada com a maior seriedade possível.
    A cidade cresce de forma vertiginosa. Milhares de veículos novos são inseridos no sistema viário. Surgem novos condomínios e bairros residenciais. Todas estas novas configurações perfazem a necessidade urgente de investimentos(humano/material)a fim de corresponder com as expectativas sociais de qualidade de vida para a população.
    Desta forma,a força de trabalho destes profissionais precisa ser valorizada e redimensionada, no sentido de executarem suas atribuições com toda a eficiência e eficácia que a cidade exige.
    É presiso se compreender isto. É um desafio para a própria Administração Municipal.Cabendo a ela tornar viável a partir de suas políticas públicas e dotações orçamentárias que garantam tal desenvolvimento.

  2. Rilson Costa Says:

    Esperamos que diante do atual quadro e ciente que está a diretoria do sindicato, não venhamos a “abrir as pernas” às promessas infindas e descumpridas do IMTT. Precisamos ainda deliberar sobre os objetivos a serem alcançados com a paralização e sugerimos:
    O pagamento integral e imediato do retroativo conforme já determinado pela justiça em parcela única e folha suplementar;
    O Pagamento imediato do adicional de aperfeiçoamento 13%;
    A aprovação de um plano de cargos e salários baseado no salário mínimo conteamplando gratificações a mts e motoristas, incluindo todos os cargos no instituto bem como gratificações por insalubridade e periculosidade;
    O fim do serviço itinerante e início do ostensivo;
    Fixação da jornada de serviço em 4 turnos de 6 horas como anteriormente;
    Entre outros, pois se apenas paralisarmos visando uma única causa trabalhista, precisaremos mais tarde fazer outra assembléia para resolvermos as demais e o tempo se vai indo.
    A HORA É AGORA!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: