Repercussão do blog

O texto sobre “Resposta do Sindtran aos Comentários…” foi publicado integralmente no blog O Malfazejo e comentado no blog “Você não caiu aqui por acaso”, leia abaixo o texto publicado neste último blog:

“Azulzinhos” a um passo da Greve!

Em post publicado no blog Sindtran, do Sindicato dos Agentes de Fiscalização de Trânsito e Fiscais de Transportes da cidade de Manaus, os “azulzinhos” defendem a categoria das declarações feitas pelo prefeito de Manaus Amazonino Mendes nas últimas semanas, onde em entrevista afirmava que os agentes são “pegadores de bola”.

“Bola”, no jargão da Pilantropia, é o termo usado para “propina” e “suborno”.

Segundo o blog do sindicato, o prefeito de Manaus não quer colocar a culpa pela situação caótica de fiscalização do trânsito de Manaus em “sua administração morosa e sem rumo”.

Manaus nos últimos 10 meses está de cabeça pra baixo. Primeiro o golpe aos Estudantes, com a malfada decisão de limitar o passe estudantil; depois, a pernada nos kombeiros e lotações, que acusaram o prefeito e vice-prefeito de “mentirosos”, por não cumprirem promessas feitas; culminando com o movimento dos Alternativos (envolvidos em relações duvidosas com as empresas de ônibus do transporte coletivo), vieram os Taxistas reclamando de mais promessas não cumpridas pelo prefeito; os problemas com os professores… e por fim a pérola: a ideia absurda de terceirizar a fiscalização do trânsito de Manaus.

Transferir para outros a responsabilidade da prefeitura em cuidar de sua cidade, é no mínio chocante. Demonstra que o prefeito não tem capacidade para gerir seu quintal.

Devemos ser honestos e dizer também, que a terceirização encontra fortes defensores, já que permite ao contratante ter mais tempo para pensar as ações, deixando o trabalho bruto para um fornecedor de mão de obra. Mas Isso, já acredintando que o processo de licitação foi feito corretamente, e que uma empresa sem vículo com ninguém da administração pública (ou com parentes ou aderentes de políticos), e por méritos satisfatórios de concorrência tenha ganho a causa pública.

O problema dessa situação é que não sabemos o que o futuro nos espera. Poderemos trocar servidores públicos com mais de 10 anos de casa, com qualificações profissionais e condições de desempenho, a julgar pelas condições de trabalho que são obrigados a se submeter, por pessoas contratadas, muitas vezes, apenas por 3 meses? Pessoas sem qualificação? Pessoas usadas como soluções paliativas?

Um dos riscos da terceirização é que os gastos com o pagemento da empresa prestadora de serviço acabam, às vezes, sendo maiores do que se a empresa tivesse funcionários próprios. Outro é queda da qualidade. Imagine, se hoje com servidores qualificados a situação já está no limite, como seria se o trabalho fosse feito por um estagiário? E como bem pontua o Sindtran, “A população deve levar em consideração que o objetivo do setor privado é o acúmulo de lucro, enquanto o setor público tem o dever de servir a população.”

Porém, é dificil crer. E infelizmente a situação continua crítica, a ponto do Sindtrans sutilmente, como um gancho de direita do Myke Tyson, avisar que “diante deste quadro de descaso, se os agentes de trânsito até hoje não tomaram medidas mais radicais, como a deflagração de uma greve, é por respeito a sociedade manauara, que não podem sofrer por conta do descaso da administração municipal. No entanto, caso estas agressões e descasos persistam, não restará outra alternativa.”

Anúncios
Explore posts in the same categories: Imprensa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: