Agentes de trânsito em ação

Estacionamento em local irregular

Estacionamento em local irregular

Texto e fotos: Álisson Castro

Para mostrar um pouco do dia-a dia do trabalho dos agentes de trânsito, acompanhamos uma equipe que atua no Centro da cidade, mais especificamente, na avenida Joaquim Nabuco.

No final da tarde, a turma de quatro agentes parte da base de operações. A primeira parada é no prédio da Uninorte, na Avenida Joaquim Nabuco esquina com a rua Ipixuna. Veículos parados em local proibido são os primeiros a receber autuações. Assistindo a tudo, o motoqueiro Roberto Malheiros, 22 anos diz que apóia a operação dos agentes de trânsito. “Isto deve ser feito, sim. Principalmente nesta rua estreira.É  importante que não tenha carros parados nos dois lados”, opina Malheiros.

Outro problema que causa transtorno na rua Ipixuna é a ausência de sinalização que indique aos condutores que aquela é uma  via de mão única. O agente de trânsito Erasmo  informou que já solicitou do IMTT o reforço da sinalização vertical, pois,  no momento,  há apenas uma tímida sinalização horizontal na pista. “Até o momento, não tivemos nenhuma resposta”, completa o agente de trânsito.

Ás 17h30m tem início a operação no edifício garagem da Uninorte

Ás 17h50m tem início a operação no edifício garagem da Uninorte

A  próxima parada é próximo ao edifício garagem da Faculdade Uninorte, na avenida Joaquim Nabuco. O prédio possui seis andares e comporta quase  780 veículos. O início da aula é às 18:30. Imagine todos os aluno da faculdade que possuem carros tentando entrar no edifício quase ao mesmo tempo e em horário de tráfego intenso. A confusão está formada. Ou melhor, estava formada, pois, há duas semanas, a equipe de agentes usa cones para criar uma faixa exclusiva para os universitários. Desta forma, evitam que a  entrada deles na faculdade afete os demais motoristas que estão de passagem pelo local. Antes, os estudantes chegavam a ocupar, praticamente, toda a Avenida Joaquim Nabuco para forçar a entrada na faculdade.

Por volta de 17:50 tem início operação com a colocação dos cones na pista.

É nítida a melhoria do fluxo de veículos na área

É nítida a melhoria do fluxo de veículos na área

A faixa de cones se estende por mais de um quarteirão. Apesar de sua visível eficiência em evitar os congestionamentos, há reclamações. Principalmente dos alunos que sobem a Rua 10 de julho e querem dobrar à direita na Avenida Joaquim Nabuco para chegar a Faculdade. O estudante do curso de Informática, Daniel Oliveira, 26 anos, acredita que não houve melhorias,. “quem vem pela (rua) 10 de julho tem que fazer um retorno muito longo para chegar a faculdade”, reclama o acadêmico.

Críticas à parte, enquanto a equipe de agentes esteve no local, o trânsito fluiu normalmente, apesar do horário ser de grande movimentação de veículos naquela região. O agente Erasmo acredita que, se a operação continuar por mais tempo, as pessoas vão compreender sua importância. “Isto é um problema de adaptação, estes estudantes que estão acostumados a vir pela Rua 10 de julho – com o tempo – vão perceber que agora têm como opção a Rua 24 de maio”. A sugestão feita pelo agente oferece aos condutores a mesma comodidade de antes, com a vantagem de alcançar a Joaquim Nabuco bem antes da pista improvisada de cones.

Quando a equipe já se preparava para encerrar a operação, uma surpresa: um universitário aproxima-se de onde estávamos e parabeniza o trabalho dos agentes de trânsito. Em seguida, sugere que seja feita uma fiscalização nas ruas adjacentes onde carros são estacionados nos dois lados da pista. A sugestão é aceita prontamente. Quando me aproximei dele para perguntar seu nome para colocar neste texto, ele respondeu: “se quiser pode citar o que disse, mas prefiro não dizer meu nome, afinal, fui educado para não me achar o dono da verdade”. Seria bom se ele pudesse ensinar esta admirável humildade  a muitos de seus colegas condutores de veículos que sentem raiva de quem os impedem de querer ser os “donos” das ruas e da verdade.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Reportagens

2 Comentários em “Agentes de trânsito em ação”

  1. guedelha Says:

    Muito boa a matéria em questão. Parabenizo aos colegas q labutam sem medir esforços no dia-a -dia mesmo com toda dificuldade existente,e também dizer q o Sindicato faz um ótimo trabalho junto a sua equipe de comunicação,trazendo as informações aos associados e a toda população.Seria interessante o Sindicato trazer matérias com os fiscais de transporte como também com os administrativos do IMTT,fazendo com q todos tivessem uma oportunidade de mostrar o seu trabalho e levar a comunidade o verdadeiro valor dos funcionários do IMTT.


    • Gostei muito da matéria, sou Agente de Trânsito em Goiânia, sempre busco informações de como anda a luta de nossos colegas em todo o Brasil. Resolveram de forma simples e inteligente o problema da fila dupla dos alunos da citada faculdade.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: