ENTREVISTA: ÂNGELA MARIA CASTRO

P9181172

A assistente social Ângela Maria Castro gosta de falar com espontaneidade e simplicidade e, desta forma, marcou sua palestra na abertura da Semana do Trânsito sobre os direitos dos deficientes físicos. Ao final do evento, ela concedeu esta entrevista ao blog do Sindtran:

Sindtran: Por que os direitos dos deficientes não são respeitados no trânsito?

Ângela Maria Castro: Infelizmente, esta é uma dura realidade. As pessoas não param para pensar na dificuldade destas pessoas em adquirir bens e serviços e nunca param para pensar que, Deus me livre, possam algum dia ter alguma deficiência. Então, a gente tem que respeitar.

De que forma pode-se mudar esta realidade?

A.M.C.: Eu creio que com muito trabalho de educação e saúde. E união da sociedade civil organizada, além do governo para promover o respeito às diferenças. Eu costumo falar em respeito às diferenças porque cada tipo de deficiência tem as suas especificidades, tem uma maneira de lidar, e uma maneira de abordar uma pessoa que tem deficiência física, auditiva, visual, mental. Eu acredito que esta seria uma maneira melhor da gente está corrigindo esta situação.

Na sua palestra você falou o Transporta (transporte gratuito oferecido por cooperativas em convênio com a Prefeitura para pessoas com deficiência), qual a importância deste projeto?

  A.M.C.: O Transporta tem sido de fundamental importância no sentido de propiciar aos portadores de deficiência física, cadastrados em centros de reabilitação, o acesso a tratamento. É lógica que, com toda esta iniciativa, ele, infelizmente, ainda não tem uma quantidade que atenda a toda esta população necessitada da cidade. Manaus hoje possui cerca de dois milhões de habitantes e, se jogarmos os dados  do IBGE onde diz que 14,5% da população brasileira tem algum tipo de deficiência, a gente vai tomar um susto com a quantidade de pessoas com deficiência na cidade, que, na verdade, ainda não se sabe que são nem onde estão.  E que não têm acesso a nenhum tipo de tratamento. O Transporta veio atender a uma necessidade e a nossa reivindicação é que se amplie este serviço fundamental para promoção da qualidade de vida e saúde, principalmente.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Entrevistas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: